Blog

Doar sangue é simples e salva vidas

RV Ímola 23/06/2017
0 Comentários

 

Salvo algumas exceções, doar sangue não causa nenhum efeito colateral. Cuidados são necessários antes e depois, como verificar se o organismo está saudável, alimentar-se bem, não fumar nem praticar atividades físicas nas horas seguintes, entre outros (ver mais informações abaixo).

 

Como funciona

Em cada doação, são retirados 450 ml de sangue de um dos braços. A bolsa com o tecido é então encaminhada ao fracionamento, onde o sangue será dividido em até quatro componentes (hemácias, plasmas, plaquetas e fatores de coagulação). Com isso, até quatro indivíduos podem ser beneficiados em cada doação. Em seguida, o sangue é armazenado em baixas temperaturas até que sua utilização seja necessária.

 

Escassez nos bancos de sangue

Atualmente, são coletadas no Brasil cerca de 3,6 milhões de bolsas/ano, o que corresponde ao índice de 1,8% da população doando sangue. Embora esteja acima do mínimo recomendado pela OMS, que é de 1%, ainda não é suficiente para atender as demandas e muitos bancos estão com falta de sangue devido à escassez de doadores.

No mês de junho, as ações de estímulo às doações são aumentadas devido à chegada do inverno, quando tradicionalmente os bancos costumam receber menos sangue.

 

Requisitos para doar

 

  • Levar documento oficial de identidade com foto (identidade, carteira de trabalho, certificado de reservista, carteira do conselho profissional ou carteira nacional de habilitação);
  • Ter entre 16 (dos 16 até 18 anos incompletos, apenas com consentimento formal dos responsáveis) e 69 anos, 11 meses e 29 dias;
  • Pesar mais de 50 Kg;
  • Não jejuar;
  • Fazer um repouso mínimo de 6 horas na noite anterior à doação;
  • Não consumir bebidas alcoólicas nem fumar 12 horas antes e depois da doação;
  • Respeitar o intervalo de 60 dias entre cada doação para homens, e 90 dias para mulheres;
  • Não ter diagnóstico de hepatite (após os 11 anos de idade), AIDS, sífilis e doença de chagas;
  • Mulheres grávidas ou que estejam amamentando não podem doar;
  • Não ter consumido drogas;
  • Não ter passado por procedimentos cirúrgicos nos últimos seis meses.

Deixe uma resposta

Voltar