Blog

Fatores que influenciam no desempenho da cadeia de suprimentos

RV Ímola 04/01/2022
0 Comentários

Para a gestão da cadeia de suprimentos funcionar em perfeitas condições, é preciso ter planejamento e estar inteirado sobre todos os processos logísticos internos da empresa. 

 

Fatores que influenciam no desempenho da cadeia de suprimentosPor englobar a coordenação da relação com fabricantes, fornecedores, distribuidores e consumidores, é necessário estipular um fluxo de funcionamento e comunicação desta cadeia para que todas as áreas estejam sempre integradas. 

 

 

 

Fatores de desempenho da cadeia de suprimentos 

 

Melhorar a competitividade, oferecendo produtos ou serviços de alta qualidade com baixo custo é um grande desafio da gestão da cadeia de suprimentos e alguns fatores influenciam no seu desempenho como por exemplo:

 

    • Integração: colaborar de forma estratégica para integrar todos os envolvidos nas áreas de suprimentos, fabricação e distribuição; 
    • Coordenação: gerenciar o fluxo de produtos, serviços e pessoas dentro da cadeia de suprimentos;
    • Alinhamento de objetivos: dividir com os membros da cadeia de suprimentos os objetivos e metas. 
    • Estratégia com fornecedores: construir bom relacionamento, otimizando informações com os fornecedores. 

 

 

Cadeia de suprimentos hospitalar 

 

Agora, quando falamos  na Supply Chain hospitalar, o cenário engloba médicos, enfermeiros, funcionários terceirizados, equipamentos para exames e cirurgias, materiais,e insumos. 

 

Aqui, o principal desafio é organizar essa cadeia de suprimentos para que todas as atividades e relacionamento com fabricantes de medicamentos, compradores, provedores de serviços e pacientes funcionem em sintonia, com pleno atendimento das demandas prezando pela qualidade e redução dos gastos.

 

Diante do exposto, é visível o quão ampla e, por vezes, complexa é a gestão no sistema hospitalar, mas é muito importante que se tenha um controle e coordenação dos suprimentos, principalmente neste segmento, para sempre manter a qualidade dos serviços prestados, evitar gastos desnecessários e fazer render o orçamento disponível para a instituição. 

 

Por: Patrícia Lazzarini

Os comentários estão desativados.

Voltar