Blog

Gestão de logística hospitalar: 5 dicas

RV Ímola 22/01/2019
0 Comentários

Gestão de logística hospitalar é o processo de controle e planejamento eficiente que toda empresa deve fazer para compra, estocagem e distribuição de medicamentos e insumos.

Esse processo depende diretamente das ações planejadas por toda a equipe de profissionais. A gestão de logística hospitalar vem ganhando, cada vez mais, atenção de instituições de todos os portes.

Elaborar um plano de ação não é complexo e mostramos, com as cinco dicas abaixo, como você pode começar a fazer isso hoje:

  1. Organize-se antes de agir

O segredo é partir do zero. A logística hospitalar precisa ser feita com processos bem estabelecidos. Se você não tem parâmetros organizacionais corretos, mais cedo ou mais tarde perceberá erros que comprometerão a eficiência de todo o sistema de logística.

  1. Planeje todas as mudanças

O planejamento faz parte de qualquer processo de sucesso. Na logística e gestão hospitalar, é preciso pensar em cada equipe envolvida e os gastos necessários para a implementação da gestão de suprimentos e logística hospitalar. Pesquise também os fornecedores e terceirize o transporte de medicamentos e insumos com uma empresa de logística hospitalar responsável.

  1. Aprimore a tecnologia da sua equipe de gestores

A dica vale para toda a instituição, mas o primordial é iniciar o aprimoramento na equipe de gestores. A logística integrada, além de facilitar todo o processo de arquivamento e acesso de documentos, ainda aumenta a competitividade de mercado do hospital.

Opte por equipamentos modernos, com uma segurança de dados – inclusive dos pacientes – garantida e que permitam uma precisão nos diagnósticos gerados.

  1. Faça avaliações periódicas

Somente a partir das avaliações é que a equipe de gestores consegue identificar problemas na logística hospitalar. Além de pesquisas com os clientes, é importante fazer avaliações internas periódicas com questões que possam melhorar ainda mais os processos.

Um bom exemplo do que citamos acima é a escolha dos sistemas de distribuição de medicamentos, o gerenciamento de risco, a terceirização do serviço com empresas de armazenagem e logística hospitalar, etc.

  1. Tenha parceiros

É preciso pensar além de fornecedores. As empresas de transporte de medicamentos, por exemplo, que atendem o seu hospital devem ser consideradas partes da equipe e não, apenas, um fornecedor comum.

Quando você mantém um relacionamento mais próximo com seus parceiros, consegue elaborar melhor as iniciativas que facilitam o serviço de ambos. Por exemplo, ter um sistema integrado da gestão de estoque do hospital com o setor de vendas e estoque do fornecedor, agiliza todo o processo de pedidos e troca de medicamentos e insumos.

É preciso pensar sempre na excelência dos processos. A gestão de logística hospitalar é fundamental para a qualidade e para o financeiro da sua instituição.

A RV Ímola é uma parceira ideal, atuando na gestão logística hospitalar e farmacêutica e no transporte de medicamentos refrigerados em todo Brasil. Entre em contato e conheça mais dos nossos serviços.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

 

Deixe uma resposta

Voltar