Blog

Gravidez tardia: cuidar da saúde é fator decisivo para uma gravidez tranquila

RV Ímola 08/08/2017
0 Comentários

 

Ter filhos é o sonho de quase toda mulher, mas antes elas querem estabilidade financeira, sucesso profissional, viajar. Feito tudo isso, decidem que é a hora de ter um bebê, porém, em muitos casos, o relógio biológico diz que não é “bem assim”.

A partir dos 30 anos, a fertilidade feminina diminui em passos lentos. Por volta dos 35 anos, o processo acelera e aumentam os riscos de aborto espontâneo e de alterações de saúde. Aos 37, esses fatores ganham ainda mais importância. A partir dos 40 anos, de 40 a 50% das mulheres apresentarão dificuldades para engravidar naturalmente. Isso tem a ver com a qualidade e a quantidade dos óvulos. Toda mulher nasce com uma quantidade de óvulos, que diminui progressivamente.

O ideal é procurar um médico para a realização de exames, avaliações e detecção de doenças que podem comprometer a gravidez. Cuidados com a saúde ao longo da vida também contribuirá para uma gravidez com menos riscos, mesmo que o método de engravidar seja por reprodução assistida, os cuidados e recomendações são os mesmos: estar com peso adequado, ter uma boa alimentação, uma vida saudável.

Deixe uma resposta

Voltar