Blog

Quando devo escolher um alimento Diet ou Light?

RV Ímola 18/07/2017
0 Comentários

Blog dieta_Blog

 

Todo mundo que alguma vez entrou – ou, ao menos, tenha tentado entrar – em uma dieta regrada sabe o que é visitar a seção de alimentos saudáveis de um supermercado. Nela, você encontra diversos produtos com as inscrições Diet ou Light impressas nos rótulos, que, na teoria, indicariam tratar-se de alimentos mais leves que suas versões tradicionais.

 

Mas embora tenham redução do valor nutricional de alguns ingredientes, esses produtos nem sempre são de fato menos calóricos ou os mais indicados para a sua dieta.

 

Para começar, antes de ir às compras, é essencial conhecer a diferença entre as nomenclaturas Diet e Light. Vamos lá!

 

DIET

 

Os chamados produtos DIET são aqueles cujo algum nutriente tenha sido totalmente eliminado ou reduzido a 5%. Eles atendem a grupos que possuam restrições alimentares, como os diabéticos ou os celíacos (alérgicos a glúten), por exemplo. Por isso, além da impressão DIET, é necessário que a embalagem informe qual a substância retirada e a sua substituta, se for o caso.

 

Produtos DIET produzidos no Brasil podem apresentar no rótulo das embalagens as seguintes expressões: “sem”, “zero”, “não contém”, “não possuem”, etc.

 

LIGHT

 

Os produtos com a inscrição LIGHT (leve, em inglês) possuem redução mínima de 25% de algum nutriente. São voltados para quem busca alimentação balanceada, para perder gorduras ou simplesmente manter uma vida saudável. Eles podem ser mais leves em calorias, gorduras, açúcar ou em todas essas ao mesmo tempo.

 

CUIDADOS

 

Um alimento diet pode não ser menos calórico. Alguns produtos dessa categoria possuem compensações de gorduras para conservar sua consistência e sabor, como os chocolates, que aumentam muito sua densidade calórica quando comparados aos não-dietéticos.

 

O mesmo vale para os lights. Isso dependerá de qual nutriente teve sua quantidade diminuída. Pode ocorrer, por exemplo, a redução de nutrientes que não causam redução no número de calorias, como o sódio. Além disso, a diminuição de algum nutriente pode ocasionar a adição de outro para manter a consistência e sabor.

 

OLHO NA TABELA NUTRICIONAL

 

Os consumidores que desejam emagrecer devem estar atentos à tabela nutricional dos alimentos. Sua inscrição é obrigatória no rótulo desses produtos. Dessa forma, podemos verificar se a redução é realmente significativa e justifica a substituição de sua versão convencional pelo diet ou light.

Voltar