Blog

Saúde: Dia do Enfermeiro | 12 de Maio

RV Ímola 12/05/2017
0 Comentários

Um paciente chega ao pronto-socorro. A primeira etapa será conduzi-lo até o enfermeiro da unidade, que prestará os socorros iniciais, avaliará a gravidade do quadro de sua saúde, para, então, encaminhá-lo ao médico.

Apenas por isso, já poderíamos destacar a importância do profissional de enfermagem para a promoção da saúde. Mas a sua atuação vai muito além. O enfermeiro é responsável pela assistência diária e pela garantia do bem-estar. Dentre as suas funções estão: a comunicação entre pacientes e médicos, cuidados com os pacientes, administração de medicamentos, coleta dados sobre o estado de saúde do paciente e definir a conduta a ser seguida pela equipe de enfermagem. Ele também atua em comunidades, na prevenção de doenças ou fazendo trabalho educativo.

Originada nas mesmas raízes da medicina, sua história remonta à História Antiga, quando era associada à questão espiritual e praticada por sacerdotes. Sua ciência foi evoluindo ao longo dos anos, até que se consagrou como especialização no século XIX, com o trabalho da italiana Florence Nightingale, que lançou as bases dos modernos serviços de enfermagem. A principal inovação foram os cuidados com a insalubridade no ambiente hospitalar, isso ainda antes da descoberta dos micro-organismos.

Hoje, o enfermeiro é reconhecido como mais do que mero coadjuvante. Ele é agente ativo e indispensável no processo de cura, dedica a promover, a manter e a restabelecer a saúde das pessoas, como nos cuidados pré e pós-operatórios em prontos-socorros, clínicas e hospitais.

A enfermagem é dividida em diferentes especializações. O enfermeiro coordena e supervisiona o serviço dos técnicos e auxiliares e precisa ter diploma de curso superior. O técnico em enfermagem também está apto a cuidar de pacientes de média e alta complexidade, mas deve seguir as orientações do Enfermeiro. Já o auxiliar de enfermagem só pode realizar procedimentos de baixo grau de complexidade em pacientes sem gravidade: injeções, vacinas, administração de medicamentos e curativos, desde que supervisionados.

A maioria dos enfermeiros trabalha em órgãos de saúde como hospitais, clínicas e postos de pronto atendimento. Porém, sua atuação não é limitada a esses locais, podendo atuar também em empresas de diversos setores ou até prestando atendimento em domicílio, também chamado de home care.

No Brasil, hoje são mais de 100 mil enfermeiros, além de técnicos e auxiliares de enfermagem, que somam cerca de 900 mil profissionais em todo o país.

Por tudo isso, neste dia 12 de maio, em que se comemora o Dia do Enfermeiro, parabenizamos todos esses profissionais que tanto contribuem para a saúde deste país!

Deixe uma resposta

Voltar