2020 - Alegria Inebriante - RV ÍMOLA

Alegrias

2020 – Alegria Inebriante

RV Ímola 31/12/2019
160 Comentários

“A arte é a contemplação; é o prazer do espí rito que penetra a natureza e descobre que a natureza também tem alma.” – Auguste Rodin

 

INEBRIANTE

– Aquilo que entontece, que embriaga, que provoca êxtase!

 

Despeço-me de 2019 inebriado de tanto beber um vermelho chamejante cheio de amor. Nesta embriaguez, vejo o mundo em câmera lenta, ouço vozes ao fundo, bem distantes – quase inaudível. Fixo o olhar no horizonte e, neste vácuo, minha mente me consome.

 

Olho os grandes acontecimentos de 2019, o maior foi celebrar 60 anos de história. Gratidão pelo amor dos amigos, da família, o avanço dos meus negócios e, principalmente, por ser livre e ter a chance de construir quaisquer futuros que eu e minha família desejamos. Lamento por aqueles que se foram, por aqueles que a saúde os deixaram, por aqueles que não têm as mesmas oportunidades que eu tive e, diferente de mim, não podem se dar ao luxo de escolher o seu próprio futuro.

 

Com esse embevecimento me pergunto como será o 2020? Quais planos, quais objetivos, como mitigar riscos e como alavancar oportunidades e ir sempre a frente? Como posso ser melhor para todos e para minha família?

 

Esse ano vermelho tomou conta da minha pele que está quente e irradiando calor. Sento, respiro profundamente e fecho os olhos. Ao abri-los, o borrão do horizonte vai virando nitidez. Noto uma nova árvore que cresceu forte e linda à minha revelia, sem que eu jamais a tivesse notado. Os sons distantes se tornam mais fortes. Ouço as vozes das pessoas por perto, ouço pássaros distantes entre os latidos dos cachorros e aquela árvore dança com o vento. Minha mente, essa criança arteira, parece cansada e ofegante. Ela sentou e descansou e, por não pensar mais em nada, eu contemplo esse lindo balé da árvore e do vento. Que beleza de balé! O mais bonito que já vi!

 

O amor me embriaga, mas é o VERDE da natureza que me provoca êxtase. É na atenção aos detalhes que se alcança a excelência. E no desacelerar que somos capazes de verdadeiramente sentir. É na apreciação das pequenas e mundanas alegrias da vida é que somos inteiramente alegres!

 

É por isso que desejo um 2020 de ALEGRIA VERDE! UMA ALEGRIA INEBRIANTE! A alegria de um verde natural, o verde das florestas que nos enchem o pulmão e nos fazem respirar profundamente e apreciar a beleza do mundo e de se viver! Cuidem desse Planeta! Notem mais esse Planeta! E com isso vivam com sabedoria, contemplando seus mínimos detalhes!

 

Roberto Vilela

 

Voltar