5 passos para conseguir uma logística farmacêutica eficiente - RV ÍMOLA

Blog

5 passos para conseguir uma logística farmacêutica eficiente

RV Ímola 15/09/2022
262 Comentários

Existem alguns passos que podem ajudar um gestor a melhorar seu planejamento e organização para tornar essa administração ainda mais eficiente. 

Fazer a gestão comercial e logística de uma empresa na indústria farmacêutica requer uma série de processos vitais para o bem estar de pacientes e profissionais, desde a produção até o consumo do medicamento, o que pode ser difícil de gerenciar.

5 passos para conseguir uma logística farmacêutica eficiente

Automatize processos

As maiores farmacêuticas do mundo já investem em sistemas automatizados para o processamento de fármacos líquidos e sólidos, especialmente no envase. Além de ajudar com testes de vazamento de embalagens e inspeção de contaminação sem intervenção humana, esse mecanismo é uma ótima forma de garantir um padrão de qualidade, rapidez e eficiência.

 

Contrate terceirizados

Pode-se dizer que antigamente a centralização de operações era a solução ideal para otimizar a logística farmacêutica, porém o mercado pareceu perceber as vantagens de ter especialistas logísticos terceirizados. Se antes havia erros de operação, falta de atualização técnica e pouca abrangência territorial, agora é possível reduzir custos e ter maior garantia de qualidade com parceiros que tenham o conhecimento necessário em torno de determinado processo. 

 

Ao fazer a gestão comercial de uma empresa, é importante ficar atento a que etapas podem ser melhor aproveitadas contratando alguém. Na RV Ímola, por exemplo, temos mais de 20 anos de experiência na área de gestão hospitalar, e armazenagem e transporte de medicamentos com mais de 7 anos sem casos de sinistralidade, o que nos permite um conhecimento extenso e especializado sobre o assunto e tecnologias que ajudam nossos clientes a ter maior segurança e produtividade.

 

Qualifique o transporte

Apesar de ser uma das etapas finais do processo, é sempre importante ter estratégias para transporte de medicamentos. Uma implementação de procedimentos padronizados por meio do controle de fatores como temperatura e umidade, caminhões e aviões preparados, análise de rotas e muitos outros protocolos irá fazer toda a diferença na agilidade e excelência da sua operação. 

Repense suas equipes

Com as mudanças tecnológicas do setor, é possível que empresas da área de saúde comecem a distinguir cuidados e logística. Enquanto equipes da logística de produtos serão compostas por pessoas especializadas na cadeia de suprimentos, o profissional da indústria irá focar na inovação de processos e venda direta, organizando papéis e responsabilidades de maneira diferente e otimizada.

 

Valorize a área de Tecnologia da Informação (TI)

Se pensarmos na digitalização dos leitos de hospitais ou controle de estoque gerido por dados, não tem como negar que a área de TI tem ganhado cada vez mais importância nas organizações de diversos setores, e não seria diferente nas estratégias para uma transportadora de medicamentos. Com um bom programa e organização de informações, é possível encontrar gargalos da cadeia, corrigir erros e aprimorar processos.

 

Aqui na RV Ímola, nosso sistema CLIF funciona como uma mistura de WMS (Warehouse Management System) e Supply Chain para termos todas as ferramentas necessárias para fazer o controle de estoque desde a requisição de material até o consumidor final e certificar que estejamos sempre nos padrões da ANVISA.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Por Rui Freitas

Voltar