7 dicas para melhorar a estratégia da cadeia de suprimentos de saúde - RV ÍMOLA

Blog

7 dicas para melhorar a estratégia da cadeia de suprimentos de saúde

RV Ímola 05/10/2023
174 Comentários

A cadeia de suprimentos desempenha um papel fundamental no sucesso de qualquer empresa, especialmente no setor de saúde. Além de garantir a disponibilidade de insumos essenciais, uma estratégia bem-sucedida de cadeia de suprimentos pode reduzir custos e melhorar a qualidade dos serviços prestados. Na RV Ímola, compreendemos a importância dessa abordagem abrangente para a gestão logística na área da saúde. Neste artigo, compartilharemos dicas valiosas para aprimorar sua estratégia de cadeia de suprimentos e, assim, fortalecer a parceria com nossa equipe especializada.

 

1. Utilização de sistemas de gestão 

Um sistema de gestão WMS é uma ferramenta poderosa para aprimorar a cadeia de suprimentos. Ele permite automatizar compras, garantir níveis de estoque adequados e proporcionar transparência nos dados, otimizando assim os processos e economizando tempo.

 

2. Padronização de processos

A padronização de processos é crucial para a eficiência da cadeia de suprimentos. Ela reduz a comunicação ineficaz entre departamentos e aumenta a produtividade, economizando tempo e dinheiro.

 

3. Transparência de dados

A transparência dos dados é vital para identificar e resolver problemas, como desperdícios e erros. Um sistema WMS moderno oferece informações em tempo real, tornando a gestão mais precisa e ágil.

 

4. Previsão de demanda eficiente

Uma previsão precisa da demanda é essencial para evitar estoques excessivos ou insuficientes. Analisar dados históricos de vendas e adotar tecnologias de gestão ajudará a projetar as demandas futuras com maior precisão.

 

5. Integração de parceiros da cadeia de suprimentos

A comunicação eficaz entre todos os participantes da cadeia logística é fundamental. Compartilhar informações e alinhar os parceiros garantirá que todos estejam atualizados e trabalhando em conjunto para alcançar os objetivos.

 

6. Uso de um sistema integrado de gestão

A integração de diferentes departamentos por meio de um sistema de gestão unificado melhora o controle de dados, auxiliando na gestão de compras, no controle de estoque e na tomada de decisões mais informadas.

 

8. Controle de estoque eficiente

A rastreabilidade dos medicamentos até seu ponto de consumo, o monitoramento da validade e da temperatura, bem como o registro de movimentação sistêmica dos itens da portaria 344, são imprescindíveis para o apoio à equipe da área assistencial na tomada de decisões.

 

Conclusão:

Aprimorar a estratégia da cadeia de suprimentos é fundamental para o sucesso das empresas de saúde.  Por isso, a RV Ímola está aqui para ser a sua parceira estratégica,  inclusive no interior de São Paulo, que também pode usufruir desta oportunidade com a expansão da nossa unidade em Ribeirão Preto que abrange toda a região e arredores.

Implementar essas dicas não apenas otimizará a eficiência de sua cadeia de suprimentos, mas também fortalecerá nossa colaboração, garantindo que seus insumos hospitalares sejam gerenciados com excelência e qualidade. Entre em contato conosco para descobrir como podemos ajudar a otimizar ainda mais sua cadeia de suprimentos de saúde. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Por Patricia Lazzarini

Voltar