As inovações e tendências tecnológicas têm transformado a indústria farmacêutica - RV ÍMOLA

Blog

As inovações e tendências tecnológicas têm transformado a indústria farmacêutica

RV Ímola 27/10/2022
273 Comentários

Em 2018, o setor farmacêutico recebeu US$172 bilhões de investimentos em pesquisa e desenvolvimento no mundo, com a projeção de aumentar em 18,6% até 2024, segundo dados da Interfarma. Os números surpreendem, pois superam o aporte feito por áreas conhecidas por sua inovação, como a indústria automobilística e de tecnologia da informação.

Isso significa que, apesar do que muitos podem pensar, a indústria farmacêutica tem se tornado uma pioneira em tecnologia e se tornado uma referência quando o assunto é inovação – e não é para menos. Quando falamos de saúde, é crucial que a fabricação, armazenagem e transporte de medicamentos seja feito com extrema cautela e segurança, e a tecnologia nos permite isso tudo.

 

Saiba como a transformação digital está moldando a indústria de saúde.

 

Hoje em dia, o processo está mais ágil e otimizado.

Com a demanda crescente de fármacos e as mudanças causadas pela pandemia, o setor percebeu a importância de descentralizar a produção de medicamentos e focar em processos nacionais. Se antes o padrão tradicional necessitava larga escala, grandes instalações e maquinário caro, a tecnologia tem ajudado a reduzir linhas de produção, criar menores estoques e promover serviços automatizados. 

Segundo o Centro de Comércio Internacional (ITC), as despesas com essa nova tecnologia são entre 20% a 76% mais baixas em relação aos processos tradicionais, o que representa uma redução de despesas e aumento de operações mais produtivas e flexíveis.

 

Como a RV Ímola se encaixa nesse cenário?

A transformação iniciada nos últimos anos só é possível se cada empresa de fato adotar iniciativas que, não só proporcionam o uso dessas novas tecnologias, mas também deem mais segurança, eficiência e disponibilidade ao ambiente digital. 

Desde seu início, em 2002, a RV Ímola procura investir e se especializar em processos que ajudem a cadeia de saúde como um todo, desde o transporte de medicamentos até a armazenagem de produtos farmacêuticos, para chegar a soluções customizadas e integradas. Para isso, hoje, temos algumas tecnologias fundamentais para isso, como:

 

  • Sistemas de gestão

Ao unir sistemas de WMS e Supply Chain, desenvolvemos um programa próprio e robusto chamado CLIF com as ferramentas necessárias para controle de estoque que administra desde a requisição de material até a chegada do produto ao consumidor final. Além disso, ele pode ser conectado e sincronizado aos sistemas de nossos clientes com toda a cadeia de backups necessários e exigidos pela ANVISA.

 

  • Gerenciamento de risco

Visando a segurança das cargas armazenadas e transportadas por nós, investimos na capacitação de nossos profissionais, em tecnologias avançadas de gestão de risco e sistemas de rastreamento para diminuir sinistralidades e prevenir perdas em tempo real, 24hs por dia. Um ótimo exemplo disso são as rotas inteligentes criadas por nossos caminhões, que asseguram o melhor trajeto tanto em tempo quanto em segurança, evitando roubos de cargas e outros prejuízos diversos.

 

  • Armazenagem e transporte de medicamentos seguros

Por aqui, usamos o Logimat, um sistema vertical de armazenagem de medicamentos que ajuda no controle de estoque e coleta dos produtos com maior economia de espaço e segurança. Afinal, é possível reduzir em até 90% da área necessária para armazenamento e mais de 70% no transporte dos fármacos. Além disso, temos câmaras frias que controlam a temperatura, umidade e todos outros fatores importantes para garantir a eficácia de termolábeis durante todo o processo.

Cada passo e tecnologia investida só confirmam como a indústria farmacêutica tem a ganhar com essa visão mais aberta em relação à inovação. Precisamos investir em pesquisa e desenvolvimento para otimizar processos, ganhar segurança, ampliar qualidade de serviço e, assim, fazer a saúde se tornar uma prioridade real. 

Essa é a minha alegria!

Por Roberto Vilela

transporte-refrigerado-essencial-para-vacinas

 

 

 

 

 

 

 

 

Voltar