Blog

Beira-Leito elimina erros de medicação em hospitais

RV Ímola 16/02/2017
0 Comentários

Dentre todos os equipamentos e tecnologias presentes nos hospitais, os medicamentos representam grande parte de seu valor material. Mas o que deveria ser prioridade no planejamento hospitalar, ainda é deixado para segundo ou terceiro plano em grande parte dessas unidades.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que o desperdício de remédios representa entre 20% a 40% do total de gastos com saúde no mundo todo. No Brasil, segundo dados da consultoria McKinsey, erros de medicação ocorrem em até 33% das internações, acarretando em prejuízos para os hospitais e, pior, aos pacientes, que podem ter a sua saúde colocada em risco devido à má gestão logística dos medicamentos.

Mas o cenário parece estar mudando e, nos últimos anos, a terceirização logística tem sido implantada por setores público e privado, contribuindo para a melhora no desempenho financeiro dessas instituições. Um dos procedimentos que irá ganhar espaço no futuro próximo é o chamado “Beira-Leito”, que rastreia cada medicamento adquirido pelos hospitais, desde a sua compra até a entrega ao paciente. Ou seja, cada dose que entra no hospital é acompanhada até o momento que ela é consumida, solucionando assim o grande problema das avarias desses materiais.

É uma tecnologia que exige investimentos em inteligência e vai ao encontro da instrução da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) que exige que, no prazo de quatro anos, todos os remédios em curso dentro do país sejam rastreados. A medida valerá para todas as áreas (armazenamento, transporte e hospitais). Desta forma, as unidades de saúde precisam correr contra o tempo para se adequar à norma.

As principais vantagens da logística são a liberação dos recursos hospitalares para investimento em outras áreas do hospital, além da melhora da lucratividade.

– Roberto Vilela, presidente da RV Ímola

Somos responsáveis por desenvolver o Beira-Leito em unidades de saúde, por isso,  já investimos cerca de 4 milhões nessa tecnologia, que conta com sistema de gestão WMS, rastreabilidade, reposição automática dos setores e relatórios de customização.


Quer saber ainda mais sobre as nossas soluções? Fale conosco!

Deixe uma resposta

Voltar