Blog

Gestão logística: dicas para agilidade e eficiência

RV Ímola 29/11/2019
0 Comentários

Gestão logística contribui para o alcance de bons resultados nas empresas, incluindo as instituições ligadas ao setor de saúde. Isso acontece porque, com processos mais ágeis e eficientes, a entrega de determinados produtos ou serviços acontecem de forma mais rápida e há a diminuição no risco de falhas.

Resumidamente, podemos entender a gestão logística da cadeia de suprimentos (também chamada de supply chain management) como o conjunto de atividades focadas nos elementos da cadeia de produção. Ou seja, ela engloba desde a fabricação dos produtos, passa pelo armazenamento e chega até a distribuição ao consumidor final.

gestao-logistica-dicas-para-agilidade-e-eficiencia

No ramo da saúde, a gestão logística é essencial para o correto controle do estoque, para o transporte de medicamentos, para a logística de medicamentos, bem como para todos os processos de Gestão Logística Hospitalar.

A contratação de uma empresa de logística ou de uma consultoria de logística oferecerá o suporte necessário para que clínicas, hospitais e outras empresas ligadas à saúde atuem de forma mais planejada, reduzindo as chances de desperdícios e focando no gerenciamento de risco.

No final, todos ganham com a gestão logística. A empresa consegue obter vantagens competitivas no mercado graças à sua eficiência e aos resultados positivos. Pacientes recebem um atendimento de qualidade. Fornecedores conseguem trabalhar de forma mais integrada e os colaboradores têm processos e atividades mais estruturadas.

Veja abaixo cinco dicas fundamentais para uma boa gestão logística hospitalar:

1- Tenha amplo conhecimento sobre seus fornecedores

Uma recomendação importante das consultorias de logística para o sucesso do processo produtivo da cadeia de suprimentos é sempre pesquisar bem sobre os fornecedores e escolher aqueles que oferecem o melhor custo-benefício. Além de entregar o que é pedido, os fornecedores de logística hospitalar devem estar alinhados com as práticas da empresa contratante. Outra dica importante é checar certificados de qualidade, reputação no mercado e iniciativas voltadas para a sustentabilidade.

2- Invista em processos padronizados

A padronização na logística hospitalar ajuda a trazer mais qualidade para os processos, além de reduzir custos, aumentar a produtividade das equipes, otimizar o tempo, estabelecer um padrão e ajudar na mensuração dos resultados. Com processos padronizados, fica mais fácil perceber falhas e pensar em opções de melhorias.

3- Favoreça a comunicação e o fluxo de informações

A gestão logística também favorece a comunicação entre os departamentos, o que resulta em mais agilidade para resolver diversas questões e aumentar a eficiência da cadeia produtiva.

4- Processos automatizados

Outro ponto importante para a Gestão Logística Hospitalar e para a gestão de medicamentos é o uso de sistemas que ofereçam maior precisão na análise de dados e melhor controle do estoque. Com softwares modernos e outras soluções em logística, é possível analisar a entrada e saída dos itens do estoque de forma automatizada, reduzindo erros provenientes de falhas humanas. Sem falar que isso garante ainda mais agilidade à rotina de gestores e equipes.

5- Busque sempre a satisfação do cliente final/paciente

Assim como acontece em qualquer outra empresa, os hospitais precisam de boa gestão para o alcance das metas. Mas, muito mais do que isso, essas instituições lidam diariamente com vidas. Por este motivo, a gestão logística é uma aliada para que os hospitais fiquem cada vez mais organizados o ofereçam um serviço de alto padrão para os pacientes. Isso inclui, por exemplo, o uso das melhores matérias-primas, bons fornecedores, equipes capacitadas, cumprimentos de normas dos órgãos reguladores, transporte seguro de insumos hospitalares etc.

A RV Ímola, empresa de logística com forte atuação no setor público e privado de saúde nacional, está sempre em busca de inovação para oferecer o melhor serviço aos clientes. Com soluções em transporte refrigerado, Gestão In House, cadeia fria (Cold Chain), unitarização, dispensação e muito mais, a companhia segue em constante crescimento e já foi premiada diversas vezes.

Clique aqui e siga nossa página no LinkedIn.

Para mais notícias sobre gestão logística e serviços de logísticaacesse aqui.

Deixe uma resposta

Voltar