Blog

Armazenagem e manipulação de remédios em casa

RV Ímola 21/02/2017
0 Comentários

 

O transporte e o armazenamento de medicamentos, desde a produção até a chegada à farmácia, são procedimentos exercidos com rígido controle que visam garantir a sua integridade no momento da entrega ao consumidor. Porém, ao levar o remédio para casa, é comum cometer erros na manipulação, que podem causar diversos prejuízos, inclusive a perda total da eficácia dos remédios.

 

Por isso, é importante tomar uma série de cuidados com a forma como você utiliza os medicamentos em sua casa, onde armazena e para onde transporta no dia a dia. E para ajudá-los a tomar os cuidados corretos com os remédios em casa, a farmacêutica Adriana Oliveira, Gerente de Qualidade da RV Ímola, traz 4 dicas importantes:

 

1 – Banheiro não é lugar de remédios

Quem nunca teve em seu armário no banheiro um espaço destinado aos remédios? Apesar de muito comum, esta disposição jamais deveria existir. Os banheiros são os piores locais para se deixar um medicamento dentro de casa.

Neste espaço há uma variação muito grande de umidade e temperatura por causa do banho. No momento em que o chuveiro está ligado, a temperatura ambiente pode superar os 30ºC, enquanto a indicação é que os remédios fiquem em, no máximo, 25ºC. Já a umidade, que possa ultrapassar os 70%, pode chegar até a 100% durante o banho.

Por isso, o melhor lugar para deixar os medicamentos é no quarto, de preferência, em um local mais fresco, e longe da incidência direta da luz solar.

2 – No porta-luvas, nunca!

Pela mesma razão, outra prática muito comum pode danificar os remédios: deixá-los no porta luvas. A temperatura dentro do carro num dia ensolarado pode ultrapassar os 40ºC.

3 – Deixe o remédio sempre no blister

Se precisar levar remédios para tomar no trabalho, escola, etc., carregue apenas aqueles que for fazer uso. Pois remédios expostos em condições ruins costumam ter sua eficácia reduzida ou até mesmo perder a eficácia em até 24 horas.

E jamais se deve retirar os comprimidos da cartela – ou blister. Por isso, esqueça as caixinhas de carregar medicamento. Se for levar apenas uma dose, você deve cortar o blister, mas com muito cuidado para não deixar nenhuma abertura no revestimento que protege o remédio.

4 – Use a tampa

Se as pílulas vierem em vidro, recomenda-se usar a tampa para segurar os remédios, e jamais deixá-los cair sobre a mão. Assim, se caírem dois ou mais pílulas, você poderá devolvê-las ao compartimento sem danificá-las.

 

Leia também: Medicamentos Vencidos – O que fazer? | Medicamentos Falsificados | Pequenas Feridas: Cuidados Necessários

Deixe uma resposta

Voltar