Customização do gerenciamento de riscos no transporte de medicamentos - RV ÍMOLA

Blog

Customização do gerenciamento de riscos no transporte de medicamentos

RV Ímola 21/01/2022
160 Comentários

Realizar o  transporte de produtos hospitalares aqui no Brasil é um grande desafio logístico e fazer um gerenciamento de riscos é essencial para se prevenir contra más condições das estradas, roubo de cargas e acidentes.

 

Desafios do transporte de medicamentos

Nos dois últimos anos, a pandemia de Covid-19 fez com que o transporte de insumos hospitalares virasse uma das atividades essenciais para combater o vírus. Essa importância toda se deu pelo fato de que os materiais para a produção das vacinas eram importados de outros países.

 

Além de insumos para vacinas, oxigênio e medicamentos também tiveram que ser manuseados, transportados e distribuídos em pouco tempo para poder atender a população que estava internada em hospitais. 

 

Garantir o fluxo de entrega desses produtos ao sistema de saúde em meio à uma crise sanitária, em um país de extensão territorial tão grande quanto o nosso, é realmente algo desafiador. 

 

Também penso ser importante destacar a relevância de se seguir as regras e leis vigentes estipuladas pelos órgãos responsáveis pela  fiscalização desse tipo de operação logística  e ter uma estrutura adequada como por exemplo, a refrigeração para o caso de transporte de medicamentos termolábeis.

 

Gerenciamento de risco eficaz para o transporte de medicamentos  

Um bom plano de  gerenciamento de riscos, principalmente quando falamos em transporte de produtos hospitalares,  deve envolver tecnologia, treinamento, estrutura apropriada e avaliação do melhor percurso.

 

Aqui na RV Ímola, por exemplo, temos 4 processos essenciais para que o transporte de medicamentos seja realizado de forma eficiente, com qualidade e segurança. São eles:

 

Capacitação de profissionais :todos os profissionais envolvidos no deslocamento dos fármacos precisam saber como manusear a carga no embarque e desembarque, qual é a temperatura ideal dentro do veículo e quais cuidados se deve tomar enquanto estiver em movimento. 

 

Monitoramento e rastreabilidade: essa parte de tecnologia e inovação é essencial para um empresa de operações logísticas como é o caso da RV. Aqui, nós temos o auxílio de câmeras e softwares capazes de nos proporcionar um monitoramento 24/7 não só de controle da umidade, temperatura e luminosidade dos caminhões, como também da abertura das suas portas. Já com a rastreabilidade, é possível ter acesso a  todo o trajeto que está sendo feito até os medicamentos chegarem ao destino final. 

 

Frota equipada: para o caso de transporte refrigerado, os veículos precisam ser climatizados, higienizados e sanitizados para preservar as propriedades químicas dos fármacos.

 

Mapeamento de rota: por último, destaco como é fundamental que, antes de qualquer movimentação para a distribuição dos medicamentos, seja realizado um mapeamento do melhor caminho a seguir, evitando assim rodovias com asfalto debilitado e de alta periculosidade.  

 

Portanto, é nítido que o gerenciamento de riscos envolvendo transporte e distribuição de medicamentos precisa ser customizado de acordo com os desafios logísticos que rodeiam esse tipo de operação, sendo sempre importante ter a tecnologia e uma equipe de confiança à sua disposição. 

Por: Bruno Vilela

Voltar