Entenda o que é Armazenagem e suas múltiplas funções - RV ÍMOLA

Blog

Entenda o que é Armazenagem e suas múltiplas funções

RV Ímola 05/01/2023
262 Comentários

Segundo Ronald H. Ballou, “A logística inclui todas as atividades importantes para a disponibilização de bens e serviços aos consumidores quando e onde esses quiserem adquiri-los.” E ao pensarmos na funcionalidade e eficiência dessa cadeia na indústria farmacêutica, existe um pilar fundamental para esse sucesso: a armazenagem de medicamentos.

 

Diferente da estocagem, que é o ato de guardar e manter as condições do produto, a armazenagem é todo um setor que mantém as operações logísticas funcionando como devem para assegurar que, desde os materiais que chegam no depósito até a entrega do pedido, tudo seja feito corretamente no prazo e estado devidos. 

 

Assim, além de ter o aproveitamento correto do espaço, é possível reduzir custos de movimentação e número de itens no armazém, e diminuir perdas e avarias. Com isso, fica mais fácil a fiscalização de processos e controle de condições para que o transporte de medicamentos seja feito sem problemas. 

 

Quais são as atividades que compõem a armazenagem?

Por ser um sistema complexo, a armazenagem é composta por diversas atividades para ajudar na movimentação e gestão desses medicamentos. Com uma boa estrutura e equipes bem treinadas, é possível pensar em quatro atividades principais:

 

Recebimento

Como um conjunto de operações, o recebimento envolve a identificação do material recebido, conferência dos medicamentos, inspeção formal e análise e verificação dos documentos para que estejam de acordo com a lei e o pedido. 

 

Controle de qualidade

O controle de qualidade pode ser feito em dois momentos em um processo logístico: na entrada do produto no depósito e na separação dos produtos acabados que não foram aprovados.

 

No primeiro momento, é importante verificar a quantidade de produtos por embalagem, de embalagens por caixa e de caixas por palete assim que dão entrada no depósito. Além disso, quando for necessário, pode-se fazer uma avaliação laboratorial de uma amostra do conteúdo recebido para verificar se atende todas as normas técnicas exigidas e garantir que chegou ao local em boas condições.

 

No segundo momento, a separação dos produtos que apresentaram falhas ou defeitos é feita e são destinados ao reaproveitamento ou descartados da maneira correta, conforme as regras de qualidade, para garantir esse controle.

 

Estocagem

Como já dito anteriormente, a estocagem é uma das etapas da armazenagem de medicamentos e envolve a classificação e gestão dos produtos ali acondicionados. Para tipos diferentes de estoque, existem estruturas específicas e até posicionamento físico para atender as necessidades de cada medicamento que facilitam sua movimentação e evitam que se deteriorem ou passem da validade.

 

Uma boa empresa de gestão logística precisa ficar atenta às exigências do fornecedor e as características técnicas do produto para garantir a qualidade dessa etapa. Na RV Ímola, por exemplo, investimos em um armazém vertical chamado Logimat que reduz em até 90% a área necessária para armazenamento e ainda a diminui em 70% no momento do transporte.

 

Distribuição

Essa etapa está relacionada à expedição dos medicamentos, o que envolve uma série de checagens da acumulação do produto, da embalagem correta e da entrega ao destino final, sempre com o uso de uma nota fiscal de saída que mantenha o controle do estoque. 

 

Entendendo a necessidade de cada parte do processo e como podem ajudar a assegurar qualidade e eficiência do produto, é possível ter uma gestão logística muito bem feita. Na RV Ímola, por exemplo, procuramos sempre aprimorar técnicas, treinar nossas equipes e investir em tecnologia para esses procedimentos serem cada vez mais confiáveis e de qualidade, algo que fomos aperfeiçoando em mais de 20 anos de história. 

Por Bruno Vilela.

Voltar