Esteja sempre atento às regras da Anvisa na hora de transportar medicamentos - RV ÍMOLA

Blog

Esteja sempre atento às regras da Anvisa na hora de transportar medicamentos

RV Ímola 02/03/2023
160 Comentários

Com o transporte de medicamentos, pessoas de regiões distintas podem se beneficiar do acesso necessário à manutenção da sua saúde. Por se tratar de produtos que exigem uma gestão de qualidade e cuidado especial no momento do manuseio e deslocamento, esse transporte acompanha um conjunto de normas que existem para assegurar a integridade e segurança dos itens.

 

Cadeia Fria

No post de hoje, vamos falar sobre os desafios do transporte de medicamentos por parte das transportadoras, e porque estar atento às normas da Anvisa em cada etapa desse processo é tão crucial.

 

Quais são as legislações que abordam o transporte de medicamentos?

 

Algumas das regulamentações que regem a atividade de transporte de medicamentos no Brasil são:

 

Portaria nº 1.052 – Portaria da Secretaria de Vigilância Sanitária que tem como requisitos a relação de documentos necessários para habilitar a empresa a exercer a atividade de transporte de produtos farmacêuticos sujeitos à vigilância sanitária e a exigência de veículos completamente adaptados para o transporte desses produtos em conformidade com as diretrizes de Boas Práticas de Transporte.

 

Resolução-RDC nº 430 – Promulgada pela ANVISA, define quais são as boas práticas de transporte, armazenagem e distribuição de medicamentos.

 

Resolução nº 433 – Estabelecida no Conselho Federal de Farmácia, define as regras que ditam a atuação do farmacêutico no transporte de medicamentos, farmoquímicos e demais produtos de saúde.

 

Além destas, há regulamentações do mesmo tópico estabelecidas pelo Ministério do Meio Ambiente e Casa Civil, além de órgãos municipais e estaduais.

 

Quais são as boas práticas recomendadas para esse tipo de transporte?

 

Atentar-se às normas da ANVISA

É imprescindível se certificar de cumprir todas as regras da ANVISA, o que vai muito além de apenas lidar com documentos: é sobre garantir que esses medicamentos cheguem ao local de destino com a mesma qualidade e eficácia que apresentavam quando saíram do fabricante. Além da presença de um farmacêutico, é necessário que a empresa tenha o Certificado de Regularidade Técnica do Conselho Regional de Farmácia, a autorização de funcionamento de empresa por parte da ANVISA, a autorização de funcionamento emitida pela prefeitura e o Auto de Vistoria do Corpo de bombeiros. Para o transporte de medicamentos que exigem controle especial, também é necessário ter uma Autorização Especial expedida pela ANVISA.

 

Qualificar sua equipe

Para garantir o cumprimento de todos os procedimentos regulamentares, a equipe responsável pelo transporte hospitalar precisa ter a qualificação necessária para, inclusive, seguir a rotina ideal de limpeza e de cuidados que fazem parte da execução desses serviços. O treinamento constante das equipes deve ser parte fundamental da rotina das transportadoras.

 

Utilizar veículos corretos para o transporte

É fundamental que o momento do transporte de medicamentos não prejudique a qualidade dos produtos, o que envolve o ajuste da temperatura ideal conforme cada tipo de medicamento e o acondicionamento correto da carga evitando avarias ou contaminação.

 

Rastrear a carga

É necessário rastrear as cargas de medicamentos do início ao fim do trajeto para manter o controle do processo e evitar qualquer tipo de ato prejudicial à segurança. Muitos desses medicamentos são controlados e não são comercializados sem prescrição, ou seja, a responsabilidade do transporte é altíssima.

 

Como selecionar a transportadora ideal para o serviço?

O transporte de medicamentos exige o cumprimento de normas específicas, e escolher uma transportadora de excelência, munida de qualidade e integridade para conduzir o processo, contribui para um trabalho de sucesso.

Antes da contratação é essencial que seja feita uma auditoria na transportadora, avaliando, preferencialmente de forma presencial, o atendimento e a aderência da empresa às Boas Práticas e as normas sanitárias.

 

A RV Ímola é um exemplo de transportadora que atua em todo o território nacional nos sistemas público, privado e terceiro setor, atendendo toda a gestão de medicamentos e cumprindo as Boas Práticas de Armazenagem, Distribuição e Transporte. 

Nossas soluções incluem logística, transporte e armazenagem para alimentos, medicamentos, produtos farmacêuticos, insumos e correlatos, cosméticos, produtos de higiene e saneantes, assim como produtos de alto valor agregado, para todas as etapas da cadeia de suprimentos.

 

Nossa prioridade é entregar especialização, qualidade, credibilidade, segurança e redução de custos para nossos clientes, para que eles tenham mais tempo para dedicar à estratégia do seu negócio. Confiança e tradição na gestão de produtos para saúde fazem total diferença!

 

 

 

 

Por: Adriana Oliveira

Voltar