O que é cadeia de frio e no que ela impacta a nossa saúde? - RV ÍMOLA

Minuto com a Qualidade

O que é cadeia de frio e no que ela impacta a nossa saúde?

RV Ímola 22/03/2021
161 Comentários

Antes de vir à tona o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, era desconhecido por muitos, o quão rigoroso é transportar medicamentos. E foi aí, por conta de uma pandemia, que os olhares se voltaram para a cadeia de frio (ou cold chain).

Em suma, a cadeia de frio nada mais é do que o “processo englobado pelas atividades de armazenagem, conservação, manuseio, distribuição e transporte dos produtos sensíveis à temperatura”, conforme consta na RDC (Resolução de Diretoria Colegiada) n° 430, da Anvisa.

Por conta disso, os governos estaduais começaram a prospectar empresas com know-how em transporte de produtos de saúde. Essas transportadoras tinham que apresentar, como diferencial, o domínio das boas práticas na cadeia de frio.

A cadeia de frio implica, ainda, que as temperaturas não sejam demasiadamente baixas. Vacinas que contêm alumínio, por exemplo, perdem a eficácia em caráter permanente a menos de 2°C. Em regra, medicamentos não podem congelar. Daí a importância do monitoramento constante e do uso de ferramentas inusitadas, como o gelox ou gelo artificial, que nada mais são do que bolsas plásticas preenchidas com água gelada – mais fáceis de controlar do que pedras de gelo.

Esse foi o caso da RV Ímola, a qual opera na atividade de transporte e armazenagem de uma fração destas vacinas. Um ponto que facilitou muito o desenho para operações deste tipo, foi o fato de possuirmos recursos inteiramente aptos para tal, como veículos e ambientes devidamente qualificados termicamente, cujos quais variam de -30° a 25°C, além de amparo técnico por parte dos departamentos que fazem parte do cumprimento de toda a cadeia de frio,  indo da Frota e Facilities  (mantendo os equipamentos de refrigeração / climatização funcionando corretamente), permeando pela Garantia da Qualidade (executando as qualificações térmicas, conduzindo melhorias no processo e investigando possíveis desvios) e pelo departamento Farmacêutico (garantido corretos resultados e mantendo o devido cumprimento da cadeia de frio), dentre outros.

Hoje, podemos dizer que grandes avanços logísticos estão sendo feitos e estes já são grandes aliados, não só na vacinação contra a Covid-19, mas de várias outras doenças / tratamentos. Porém, sobretudo, porque este é um marco que determinará como a cadeia de frio será tratada daqui por diante, numa escala global. Nos países em desenvolvimento, ela pode significar uma quebra de paradigmas fundamental para romper o ciclo de descaso com a saúde pública, principalmente.

 

Equipe da Qualidade

Voltar