Sistema de controle RV: excelência na armazenagem e transporte dos medicamentos. - RV ÍMOLA

Matérias

Sistema de controle RV: excelência na armazenagem e transporte dos medicamentos.

RV Ímola 02/06/2022
160 Comentários

Uma boa logística de produtos hospitalares deve ter como uma de suas prioridades o desenvolvimento de soluções que diminuam riscos e otimizem os processos.

Sendo assim, empresas que buscam expertise na gestão de armazenagem e transporte de medicamentos, devem elaborar ações que possibilitem uma análise aprofundada e controlem os riscos presentes na logística. 

 

Na hora de criar boas práticas de gestão de armazenagem e transporte de medicamentos, algumas ações podem garantir que os produtos hospitalares cheguem preservados e no prazo aos seus destinos. Para isso, deve-se estar atento aos detalhes que contribuem para o sucesso das operações. 

 

Aumento da segurança no transporte e armazenamento de remédios

 

A armazenagem e o transporte de medicamentos possuem diversos fatores que os tornam um desafio, mas que podem ser superados com planejamento, estratégias, bons parceiros e a utilização de inovações e tecnologias nos processos.

Quando uma empresa assume o compromisso com a área da saúde e indústria farmacêutica, deve entender que seu trabalho será repleto de responsabilidades.  

 

Primeiramente, é necessário lembrar que cada medicamento dispõe de cuidados próprios em seu manuseio. Por essa razão, as especificações dos fabricantes devem ser levadas em consideração durante toda logística, impedindo que os produtos hospitalares sofram modificações em suas características. 

 

Logo, é imprescindível seguir procedimentos que auxiliem no controle de qualidade dos medicamentos, como a utilização da câmara fria. Ela permite que a armazenagem e o transporte de remédios sejam realizados corretamente, mantendo a temperatura ideal durante todo processo.

 

Outro ponto importante é a criação de estratégias de rota. Nela, são considerados os melhores trajetos para o transporte de medicamentos, desviando de vias danificadas, perigosas ou que aumentem o percurso. Assim, são evitadas interferências externas e reduzidas as chances de danos, gerando economia de combustível e minimizando os custos do serviço.

 

Porém, nada disso é possível sem o constante aperfeiçoamento dos colaboradores. É necessário que os envolvidos nos processos estejam preparados para seguir com precisão todos os procedimentos e manuais internos. É importante realizar treinamentos periódicos abordando a limpeza e manutenção dos equipamentos e espaço, controle de qualidade, temperatura e umidade, vestuário, manuseio dos medicamentos, etc. 

 

Aqui na RV, por exemplo, possuímos uma central de gerenciamento de risco própria, visando sempre a segurança das cargas armazenadas e transportadas. Também trabalhamos com as mais atualizadas tecnologias em gestão de risco e sistemas de rastreamento, monitorando o transporte e armazenagem de medicamentos em tempo real, 24 horas por dia. Assim, operamos há anos sem ocorrências de sinistralidade. Entendemos que somos um dos principais responsáveis em certificar que os produtos hospitalares cheguem ao seu destino com a qualidade e eficácia de sua fabricação. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Por: Bruno Vilela

Voltar