Transporte de fármaco: como a garantia de qualidade permeia toda a indústria. - RV ÍMOLA

Blog

Transporte de fármaco: como a garantia de qualidade permeia toda a indústria.

RV Ímola 06/06/2024
271 Comentários

Transporte de fármaco é uma peça-chave no controle de qualidade para o produto se manter eficaz.

Todo detalhe é importante quando o assunto é saúde. Afinal, imagine ter um medicamento feito com todo cuidado do mundo, mas passar da validade por causa de uma rota errada no transporte de fármaco? Qualquer erro ou falta de atenção pode afetar profundamente a vida de um paciente e levar a graves consequências.

Por isso, é muito importante garantir a qualidade de um produto tão delicado. É um trabalho que exige uma logística de medicamentos construída com um sistema bem definido e implementado em sua estrutura e cultura corporativa, permitindo uma análise rápida do problema e criação de ações resolutivas e preventivas.

Assim, empresas poderão garantir que os produtos tenham qualidade e cumpram as exigências das normas técnicas, legislações vigentes e guias internacionais em todas as etapas, do armazenamento até o transporte de medicamentos.

 

Quais são os principais desafios da garantia de qualidade?

Garantir que o produto mantenha sua eficácia significa muitas vezes monitorar a conformidade de processos e procurar melhorias contínuas, fazendo a qualificação de fornecedores, auditorias, tratamento de reclamações recebidas, revisão periódica dos produtos, entre outros.

Para dar conta disso tudo, é importante, primeiro, ficar atento(a) a todas as normas vigentes e às mudanças propostas por órgãos reguladores, entendendo que medidas são necessárias para garantir a qualidade na produção, transporte e armazenamento de medicamentos e, assim, prevenir-se.

Além disso, de nada adianta ter recursos e tecnologia, se os colaboradores não aderem ou mantenham esse controle de qualidade, certo? Por isso, é importante oferecer capacitação e construir uma cultura interna que incentive uma maior adesão dos padrões exigidos, motivando-os e garantindo que sejam capazes de incentivar outras pessoas a evitar desvios. 

 

Como podemos melhorar o controle de qualidade no transporte de fármaco?

Para manter os padrões estabelecidos, toda a cadeia deve ser devidamente monitorada e controlada para não criar um efeito dominó de erros e problemas. No entanto, o transporte de medicamentos merece atenção especial, já que envolve outros fatores de risco como roubos de carga, viabilidade de rotas e estabilidade de índices como temperatura e umidade durante os trajetos. 

Tendo isso em vista, uma grande saída pode ser o uso da tecnologia. Na RV Ímola, por exemplo, contamos com diversas ferramentas que dão segurança e qualidade à logística de medicamentos como um todo:

 

Sistema de conservação e manuseio com monitoramento de temperatura, luminosidade, tempo de despacho, monitoramento online de temperatura, entre outros. 

 

Armazenagem de medicamentos vertical que traz economia de espaço e maior ergonomia para controle de estoque e picking. 

 

Serviço de gerenciamento de risco que garante rastreamento adequado do transporte de fármaco e mitigação de riscos.

 

Softwares de ponta auxiliam na elaboração de trajetos que combinam custo e benefícios, evitando riscos como roubo de carga e perda de validade.

 

Sistema desenvolvido pela RV Ímola que auxilia na gestão logística do controle de estoque em todas as etapas.

Como pode ver, a RV Ímola investe em garantir o padrão dos produtos dos nossos clientes, e pode ajudar você a descobrir uma forma mais eficaz e segura de ter uma logística de medicamentos com um especialista ao seu lado.

Caso queira nos conhecer mais a fundo, acesse o site www.rvimola.com.br

Por Adriana Oliveira

Voltar