Transporte de fármacos: cuidados que sua empresa precisa tomar - RV ÍMOLA

Blog

Transporte de fármacos: cuidados que sua empresa precisa tomar

RV Ímola 11/04/2024
262 Comentários

Transporte de fármacos é uma atividade essencial que exige uma série de regras, normas e cuidados para se sustentar.

Fazer o transporte de fármacos não é algo simples. A atividade requer cuidado em detalhes imprescindíveis para o funcionamento do negócio como controle de umidade, temperatura, tempo de transporte e iluminação, garantindo que o produto chegue ao destino final com a qualidade intacta. 

Sem contar que o transporte de fármacos e insumos hospitalares é o principal alvo de roubos de carga, o que significa que, além de capacitar funcionários e prevenir sinistros, é preciso mitigar riscos de todos os lados. É aí que entra o primeiro cuidado que sua empresa deve ter nessa demanda: cumprir todas as exigências legais para a atividade.

 

Quais cuidados são importantes antes de fazer o transporte de fármacos?

Para garantir a qualidade de transporte de medicamentos, é importante contratar uma empresa de logística que realmente tenha o know-how em operações complexas e as particularidades e sutilezas do mercado de fármacos. Por isso, antes de mais nada, pesquise bem a experiência desse parceiro antes de fechar negócio. 

Afinal, é ele que vai assegurar que as regras estipuladas pela ANVISA e as exigências do próprio fabricante sejam cumpridas, armazenando os medicamentos adequadamente, evitando riscos e construindo rotas inteligentes e rastreáveis para o transporte de fármacos ideal.

Veja os principais cuidados que você deve tomar:

Qualificação do parceiro

Confira se a transportadora é qualificada para o transporte de fármacos e se possui as condições e ferramentas necessárias para assegurar que as frotas sejam bem rastreadas e os medicamentos bem monitorados com fatores como umidade e temperatura controlados em tempo real. 

 

Equipe adequada

Toda boa empresa de logística precisa ter um farmacêutico responsável para garantir que todas as normas sejam cumpridas, determinando suas necessidades e especificidades no armazenamento e transporte do medicamento para controle de qualidade. Além de ser de contratação obrigatória por lei, esse profissional vai coordenar e capacitar os colaboradores envolvidos no processo para que tudo ocorra como deve.

 

Inovação constante

Além de ter equipes bem treinadas desde motoristas a farmacêuticos, a qualidade do transporte de medicamentos se dá na agilidade de resposta e ferramentas que auxiliem esses profissionais a manterem o controle das condições em torno do produto. 

Na RV Ímola, investimos em inovação há mais de 20 anos, pois sabemos como a tecnologia pode auxiliar no gerenciamento de risco, construção de rotas inteligentes, armazenamento mais eficaz e controle do processo como um todo. 

Criamos, por exemplo, um software para gestão logística chamado CLIF, que conversa com o sistema do cliente e ainda gerencia nossos estoques, desde o recebimento e conferência de medicamentos de controle especial da ANVISA até a chegada na casa do paciente ou clínica. 

Além disso, investimos em ferramentas para controle em tempo real da temperatura e umidade durante o transporte e em nossos armazéns.

Afinal, entender bem como cuidar do transporte de fármacos é uma tarefa importante que exige compromisso e qualidade para salvar vidas. 

Por Adriana Oliveira.

 

Voltar