Armazenagem hospitalar: logística e cuidados com medicamentos - RV ÍMOLA

Blog

Armazenagem hospitalar: logística e cuidados com medicamentos

RV Ímola 15/10/2019
285 Comentários

Armazenagem hospitalar requer bastante atenção para garantir a gestão adequada dos materiais de clínicas e hospitais.

Muito mais do que pensar na organização e na logística dos insumos hospitalares, devemos ter em mente que qualquer falha na armazenagem hospitalar pode ser extremamente prejudicial para a vida dos pacientes em tratamento.

armazenagem-hospitalar-logistica-e-cuidados-com-medicamentos

Alguns dos pontos a serem considerados na armazenagem de insumos hospitalares são: sistemas de conservação, higiene, administração de entradas e saídas, controle do estoque, cumprimento das regras da Anvisa e descarte correto. Neste artigo, vamos detalhar como é possível fazer o armazenamento e distribuição de medicamentos corretamente.

Procedimentos necessários na armazenagem hospitalar

O uso de medicamentos em pacientes internados ou em atendimentos de emergência é algo muito comum em hospitais. Por este motivo, o armazenamento de insumos hospitalares precisa ser seguro e eficaz para evitar desperdícios ou uso inadequado das substâncias.

Estima-se que no Brasil mais de 20% dos remédios comprados por hospitais públicos ou privados sejam descartados por falhas na conservação, abertura incorreta das embalagens, compras em excesso, falta de atenção com o prazo de validade e ausência de assepsia. Esse desperdício representa cerca de R$ 1 bilhão de reais em prejuízos financeiros para o setor de saúde.

Nesse sentido, a melhor maneira de combater este problema é contando com a expertise das empresas de logística, que possuem tecnologia de ponta para os processos de transporte de medicamentos, armazenagem ou distribuição em hospitais. A Cadeia Fria, por exemplo, é um sistema de conservação fundamental para que as propriedades dos medicamentos não se percam em virtude de falhas na armazenagem climatizada.

Controle adequado da temperatura

A armazenagem refrigerada, geralmente conta com antecâmara climatizada e docas climatizadas, que vão assegurar que o medicamento seja sempre mantido dentro do padrão de temperatura, de acordo com as normas determinadas pelo fabricante. Esse cuidado vale para vacinas, remédios, produtos biológicos e outros materiais. O objetivo é sempre zelar para que estes produtos não percam suas propriedades terapêuticas durante seu manuseio.

O armazenamento e distribuição de medicamentos em clínicas e hospitais deve ser tema frequente de treinamentos e capacitações tanto nas empresas de saúde quanto nas empresas de logística. Essa é a maneira mais adequada para atender às normas dos órgãos reguladores e garantir a adoção das melhores práticas do mercado.

Tecnologia e softwares para gestão

Outro ponto muito relevante na armazenagem hospitalar é o uso de um Sistema de Gestão Logística e outras tecnologias que permitam controlar todo o processo logístico.

Independentemente do tamanho da unidade de saúde ou do número de pacientes atendidos diariamente, a armazenagem de medicamentos correta é que vai dar credibilidade ao serviço prestado pela instituição.

Por isso, vale reforçar que hospitais, clínicas e laboratórios devem contar sempre com suporte de um serviço terceirizado das empresas de logística. Essa parceria vai permitir que os hospitais cumpram seu papel social de forma tranquila, sempre zelando pela vida de quem precisa e pelo crescimento financeiro do negócio.

Já conhece o trabalho da RV Ímola? Somos uma empresa especializada em logística hospitalar e reconhecida no setor por sua excelência. Para saber mais sobre os serviços, entre em contato conosco.

Clique aqui e siga nossa página no LinkedIn.

Para mais notícias, acesse aqui.

Voltar