Cadeia fria: desafios da logística e como superá-los - RV ÍMOLA

Blog

Cadeia fria: desafios da logística e como superá-los

RV Ímola 05/11/2019
272 Comentários

Cadeia fria é um dos processos que mais demandam investimentos e superação de desafios para as empresas de logística.

Com o aumento na produção das indústrias bioquímica e farmacêutica, precisamos estar preparados para atender às necessidades do setor de saúde por meio da cadeia fria e do transporte refrigerado.

cadeia-fria-desafios-da-logistica-e-como-supera-los

Para que remédios e vacinas cheguem aos pacientes com suas propriedades preservadas, os sistemas de cadeia fria devem contar com veículos especializados, embalagens adequadas, controle rigoroso de temperatura e processos bem planejados. Somente dessa maneira, o armazenamento e distribuição de medicamentos serão feitos de forma eficiente, gerando benefícios para as pessoas e para as instituições de saúde.

Outra preocupação relacionada à armazenagem de medicamentos é o cumprimento das regras estabelecidas pelos órgãos reguladores. Recentemente, tive acesso à uma pesquisa que mostrou que os gastos globais com saúde ultrapassam US$ 1,3 trilhão. As despesas são ainda mais elevadas em países emergentes, que não possuem estrutura adequada para o armazenamento de insumos hospitalares.

Aqui no Brasil, acredito que a melhor maneira para as empresas de logística contribuírem para o serviço de saúde é por meio da inovação. Precisamos de frotas estruturadas para a armazenagem climatizada e equipes cada vez mais qualificadas.

A armazenagem climatizada e a correta armazenagem hospitalar reduzem os prejuízos com perdas de medicamentos, asseguram o controle da temperatura, fortalecem o serviço de saúde e beneficiam pacientes em tratamento.

Em outras palavras, é papel das empresas de logística investir em tecnologia para transportar medicamentos com eficiência e ter as melhores soluções em logística (como docas climatizadas e antecâmaras climatizadas, por exemplo).

Aqui na RV Ímola, nós pensamos exatamente dessa forma e nos empenhamos para estar à frente do mercado. Além disso, adotamos políticas e processos estruturados para o gerenciamento de risco. Esse é o nosso segredo para contribuir para o crescimento de unidades públicas e privadas de saúde.

Vamos permanecer juntos nessa missão!

Por Roberto Vilela

Clique aqui e siga nossa página no LinkedIn.

Para mais notícias, acesse aqui.

Voltar