Entenda como fazer uma boa gestão de estoques hospitalares em tempos de imprevisibilidade. - RV ÍMOLA

Blog

Entenda como fazer uma boa gestão de estoques hospitalares em tempos de imprevisibilidade.

RV Ímola 10/02/2023
273 Comentários

Uma boa gestão hospitalar precisa saber usar da tecnologia para ganhar estratégia e flexibilidade frente às mudanças.

 

logistica-e-gestao-hospitalar-importancia-para-seu-negocio

A pandemia da COVID-19 ensinou a muitas empresas o poder da maleabilidade. Se adaptar às mudanças do mundo passou a ser um pré-requisito necessário para equipes de todos os setores, e tecnologias de transporte e armazenamento de medicamentos ganharam um papel importante em ajudar nessa transformação.

 

Em momentos tão imprevisíveis como esses, é importante que uma empresa tenha parceiros fiéis e confiáveis, e ferramentas que a ajudem a ter essa versatilidade frente aos desafios para a gestão hospitalar ser efetiva.

 

No cenário da COVID-19, por exemplo, a proporção de entregas de transporte de medicamentos e outros insumos via frete rodoviário cresceu de 57% para 80%, o que significou que hospitais tiveram que se ajustar rápido para reestruturar áreas como logística e atendimento para suprir essa demanda.

 

O segredo é se manter atualizado e pronto para se adaptar. 

 

Situações como essas exigem que as empresas pensem rápido em soluções efetivas, sem perder a qualidade ou eficácia do produto que estão transportando e armazenando. Isso requer um planejamento emergencial, por incrível que pareça. Afinal, por mais que nem sempre possamos prever que tipo de desafio está por vir, é possível preparar métodos e ferramentas para nos ajudar com isso.

 

Aqui na RV Ímola, por exemplo, temos uma central de gerenciamento de risco que nos ajuda a rastrear todo o transporte terrestre que usamos com um sistema inteligente de rotas. Dessa forma, estamos constantemente atualizados nas melhores formas de chegar ao local de destino e preparados para eventualidades de antemão, mudando o percurso para evitar riscos e roubos, dar maior segurança para o motorista e garantir que o medicamento seja entregue no prazo. 

 

No entanto, antes de ser enviado para algum lugar, o medicamento precisa de uma boa gestão de estoque. E é nessas horas que a tecnologia é ainda mais crucial para o sucesso do serviço. 

 

Um bom estoque garante qualidade ao medicamento.

 

Com um bom sistema de monitoramento remoto, armazéns de qualidade e acompanhamento de dados em tempo real, é possível tomar decisões mais realistas e estratégicas para atender qualquer flutuação drástica de demanda. E a inovação tecnológica pode ajudar muito nessa tarefa, desde encontrar o local mais estratégico para armazéns evitarem perda de tempo e espaço até controle de umidade e temperatura de medicamentos termolábeis. 

 

Na RV Ímola, temos tecnologias de ponta para nos ajudar com isso, como monitoramento 24h de temperatura, rastreamento online, armazenagem vertical, entre outros, mas não tem como não mencionar o CLIF. Nosso sistema integrado de controle de estoque que foi desenvolvido a partir de WMS (Warehouse Management System) e Supply Chain (Cadeia de Suprimentos) para otimizar o processo e dar maior versatilidade aos imprevistos. 

 

Nossa Central Logística de Inteligência Farmacéutica (CLIF) administra desde o recebimento e conferência dos medicamentos até a entrada deles na casa do paciente ou unidade de consumo. Dividido em módulos, ele se conecta com o sistema dos clientes para customizar soluções, alinhar informações e garantir a manutenção da rotina da operação.

 

A eficiência de tecnologias assim sendo usada de maneira estratégica constrói uma gestão hospitalar embasada em dados e flexível que consegue se adequar a diferentes demandas, especialmente em momentos de crise. 

 

 

 

 

 

 

Por Patrícia Lazzarini

Voltar